Saiba como o agronegócio é o setor mais forte do Brasil

Você já parou para pensar o quanto o agronegócio no Brasil é importante? Saiba que é um setor econômico fundamental em nosso país, formado por diversas atividades agrícolas que ocupam um papel importante no nosso cotidiano.

Neste texto vamos, então, te explicar a relação do agronegócio com a nossa economia. Afinal se isso é tão presente assim é bom estar por dentro, não acha?

Vem comigo para saber mais sobre a economia brasileira!

O QUE É FAMOSO AGRONEGÓCIO?

Ao pensar sobre o agronegócio, é comum associar sua produção somente ao cenário rural. Porém sua produção leva em conta diversos tipos de produtos. Movimentando assim vários perfis de empresas.

Então de uma forma bem simples, agronegócio diz respeito a todas as atividades econômicas que se relacionam com a produção e comercialização de produtos agrícolas. Formando assim um mercado amplo e bastante presente no cotidiano das pessoas. Seu impacto atinge diversas áreas do mercado.

Quando falamos de cadeia produtiva, nos referimos à jornada que um produto percorre, desde sua formação até a chegada ao consumidor final. Dessa forma, a logística do agronegócio tem o papel de ligar cada etapa à próxima, para que o processo cumpra seu objetivo.

A importância da evolução tecnológica no agronegócio brasileiro - Canal  Agro Estadão

QUAL A IMPORTÂNCIA DO AGRONEGÓCIO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA?

Em primeiro lugar, o agronegócio brasileiro tem sido uma atividade super importante da economia. Em 2018, por exemplo, representou 21% de todo o PIB (Produto Interno Bruto) do país. Isso traz reflexos diretos e indiretos à economia, de modo geral.

Sendo assim o mercado de trabalho é um exemplo. No ano de 2020, a cada 100 empregos gerados, 38 foram nesse setor. De toda a população economicamente ativa do país, 13% dos trabalhadores estão no agronegócio. O setor emprega profissionais com formações diversas.

Se interessa por questões políticas e sua relação com a nossa economia? Temos um texto que fala exatamente sobre isso, confira clicando aqui.

Do mesmo modo quando analisado o cenário econômico geral do Brasil, é possível ver a influência do agronegócio na renda nacional. Em 2019, a soma de bens e serviços do setor chegou a R$ 1,55 trilhão, o que na época representava 21,4% do PIB brasileiro.

Em seu portal, a CNA ressalta que o Brasil tem produzido excedentes cada vez maiores e expandido seu mercado de exportações. O resultado disso são superávits que ajudam, a libertar a economia brasileira e reduzir o preço da alimentação. Melhorando, assim, a qualidade de saúde e de vida da população.

COMO ESSA ATIVIDADE SOBREVIVEU E CRESCEU DURANTE A PANDEMIA?

O agronegócio brasileiro se mostrou mais uma vez ser um setor persistente em 2020.

Dessa forma, apresentou bons resultados em um momento delicado da economia, diante dos impactos da covid-19.

A crise sanitária até potencializou a fragilidade do mercado do agronegócio e intensificou movimentos observados antes da pandemia. Porém o setor mostrou sinais de recuperação, já a partir do terceiro trimestre de 2020.

Mas quais foram os fatores responsáveis por esse crescimento? Podemos citar como principais os investimentos e a tecnologia.

Sendo assim a relação desses dois fatores foram fundamentais para que o Brasil se tornasse o maior exportador do agronegócio no mundo. Tudo isso graças, claro, ao aumento da produtividade no campo.

Assim esse trunfo é fundamental para o setor ultrapassar a tempestade sem sustos. Em um momento de crise intensa causada pela Covid-19, isso tem se mostrado cada vez mais positivo para a economia brasileira.

O Produto Interno Bruto (PIB) do país caiu 9,7% no segundo trimestre de 2020 em relação ao primeiro.

Isso porque setores sofreram durante a pandemia devido ao isolamento social e queda da demanda. A exceção à regra, ou ao resultado, foi a agropecuária, único setor produtivo que apresentou crescimento durante a fase mais aguda da crise.

Corn GIF - Find on GIFER

O DIA A DIA EM RELAÇÃO COM ESTE SETOR

Como visto anteriormente, já entendemos a importância dessa atividade para a nossa economia. Agora vamos entender melhor sua relação com a nossa vida prática.

A produção agropecuária está diretamente ligada aos alimentos. Assim, processados ou não, esses alimentos fazem parte do nosso cotidiano.

Porém essa produção é mais complexa, isso porque muitos dos itens que compõe nossa vida são resultado dessa atividade produtiva. Você com certeza utiliza certos produtos vindos dessa atividade. Madeira dos móveis, as roupas de algodão, essência dos sabonetes e grande parte dos remédios têm origem do trabalho deste setor.

Em síntese, o agronegócio ocupa um lugar de destaque na economia brasileira. Garante, portanto, o sustento alimentar das pessoas e sua manutenção no meio social. Além disso, contribui para o crescimento da exportação e do país que o executa.

AONDE ENTRA A QUESTÃO AMBIENTAL NESTE CENÁRIO?

Do mesmo modo a questão ambiental é muito discutida em todo o país.

A preocupação com fontes mais sustentáveis de se obter o que consumimos é pauta em diversos debates. Você deve estar se perguntando aonde toda essa questão ambiental entra nessa atividade.

Então como promover uma agricultura mais sustentável?

A princípio, grande parte dos problemas ocorridos na agricultura podem ser controlados por meio de práticas sustentáveis. Podemos começar citando a diminuição do uso de adubos químicos nas terras. É importante avaliar também técnicas que evitem a poluição do ar e da água.

BIOLOGIA

E então? Gostou desse assunto? O que você pensa sobre o impacto dessa atividade na nossa vida?

Comenta aqui em baixo para discutirmos. Até o próximo texto!

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

PIB do Brasil cresceu esse ano: o que isso significa?

Proximo Post

Saiba tudo sobre a corrida pela vacina no Brasil

Talvez você goste