O que importam os 10 países mais ricos do mundo?

Não se confundam, dessa vez vamos saber o que os 10 países mais ricos importam, e não o que exportam!

Você já se perguntou o que esses países importam? E talvez o porque de precisarem importar esses tipos de bens? Vem comigo que vou te mostrar!

10 – Arábia Saudita

Arábia Saudita – Wikipédia, a enciclopédia livre

Primeiramente, temos aqui novamente a Arábia Saudita, que importa bastante coisa, visto que suas exportações dependem basicamente do petróleo cru. A Arábia importa muitos bens de alta tecnologia, como carros e equipamentos de radiodifusão, mas também importa arroz e até petróleo refinado.

Importações Arábia Saudita (2019)

9 – Coreia do Sul

Bandeira da Coreia do Sul

Por outro lado, a Coreia do Sul já importa muito do petróleo cru, que a Arábia produz. Além disso, outro bem que a Coreia importa muito são os circuitos integrados, que são fundamentais na indústria de computadores e celulares, que como sabemos a Coreia domina muito bem.

israel
Importações Coreia do Sul (2019)

8 – Israel

Israel – Wikipédia, a enciclopédia livre

O caso de Israel é curioso, eles tem o bem “diamante” tanto em importações como em exportações, isso provavelmente se deve ao fato de que, Israel importa esses diamantes em estado bruto, e os comercializa tanto em estado bruto, quanto também em estado lapidado.

Ademais, Israel também importa bastantes equipamentos de comunicação e carros.

israel
Importações Israel (2019)

7 – Japão

israel

Do mesmo modo que a Coreia do Sul, o Japão importa bastante petróleo cru, gás liquefeito de petróleo e circuitos integrados. Contudo, isso se deve também a carência em combustíveis fosseis que o Japão tem, dessa forma, tem de importar grandes quantidades desses bens.

israel
Importações Japão (2019)

6 – França

Bandeira da França – Wikipédia, a enciclopédia livre

Os franceses tem suas importações bem balanceadas, nada se destaca tanto, o que mais chama atenção no quadro são os carros, mas, além disso há também uma boa porcentagem em peças de aeronaves, que provavelmente são usadas em suas próprias aeronaves nacionais.

Ademais, sempre presente na maioria dos países, os equipamentos de comunicação e o petróleo cru e refinado. Outro produto a se destacar seriam os “medicamentos embalados” que aparecem com 2,52% das importações.

israel

5 – Reino Unido

Bandeira da Grã-Bretanha – Wikipédia, a enciclopédia livre

O que nos chama atenção no Reino Unido é sua grande importação de ouro e joias, será que eles ainda usam o Padrão-Ouro? Brincadeiras a parte, a capital britânica é o maior centro de comercialização do ouro no mundo.

Todavia, o ouro costuma ser procurado em momentos de maior risco por ser considerado uma reserva de valor. A tendência é que sua demanda aumente em momentos de turbulência (o que sobe o preço) e caia durante a calmaria (o que o deixa mais barato).

Importações UK (2019)

4 – Alemanha

Bandeira da Alemanha – Wikipédia, a enciclopédia livre

A Alemanha é um país altamente industrializado, que fabrica maquinário de ponta, então é normal encontrarmos dentre suas importações: turbinas de gás, computadores, circuitos integrados e equipamentos de comunicação.

Além disso, aparece com um numero expressivo no quadro, o numero de carros e peças de veículos. Outra coisa curiosa que podemos reparar é que no quadro com 1,81% das importações aparece o bem “Sangue, vacinas, antissoros e toxinas”.

Importações Alemanha (2019)

3 – China

Ficheiro:Flag of the People's Republic of China.svg – Wikipédia, a  enciclopédia livre

A China é um país bacana no quesito de importações, eles importam um monte de coisa. Desde bens de alta tecnologia como é o caso dos circuitos integrados, até bens como petróleo cru, minério de ferro, carvão e soja.

Contudo, esses últimos produtos são chamados de commodities e o Brasil é um dos países que mais exportam esse tipo de bem.

Importações China (2019)

2 – Rússia

Ficheiro:Flag of Russia.svg – Wikipédia, a enciclopédia livre

Analogamente, a Rússia importa muita coisa diferente também, como a China, não na mesma quantidade, mas podemos destacar aqui: equipamentos de comunicação, computadores, válvulas, peças de maquinas. Além disso, podemos ver em grande proporção os “remédios embalados” e os carros.

Contudo, não vemos destacado no quadro os bens como petróleo cru e refinado, e o gás de petróleo, isso provavelmente se deve a capacidade de produção desses bens em solo nacional. Sendo assim, a Rússia consegue suprir sua demanda interna, com suas próprias empresas.

Importações Rússia (2019)

1 – Estados Unidos

Ficheiro:Flag of the United States.svg – Wikipédia, a enciclopédia livre

Finalmente, chegamos a ele os Estados Unidos da América, que é por sinal um gigante das importações, tendo gasto com elas em 2019 cerca de 2,38 trilhões de dólares.

Sendo assim, como é um país altamente industrializado, suas importações se concentram nos circuitos integrados, computadores, equipamentos de comunicação, peças de maquinas, carros e peças de veículos. Além disso, importa também muitos: carros, medicamentos, vacinas e antissoros.

Ainda assim, importa bens da indústria extrativa como o petróleo cru e o diamante.

Importações EUA (2019)

Qual conclusão tiramos?

Dessa forma, nosso ranking teve como base os países mais ricos segundo a variável PIB per capita, e você pode conferir esse ranking clicando:

Entretanto, pudemos ver que nem sempre um país importa aquilo que ele não produz. De certo em sua maioria pode até ser, mas temos casos como o de Israel com os diamantes e o Reino Unido com o ouro, que importam esses bens principalmente para comercializar eles. Não necessariamente para atender uma demanda interna por esses bens.

Outro fato curioso é a maioria dos países importarem carros, mesmo tendo em seus países marcas famosas e conhecidas mundialmente, como é o caso da França com a Renault e Peugeot. E a Alemanha com a Volkswagen.

Dessa forma, o que acontece é que essas marcas não conseguem atender o mercado interno, que pode demandar produtos estrangeiros, talvez não porque os produtos nacionais sejam ruins, mas por uma questão mais subjetiva mesmo.

Agora me diga você nos comentários, o que achou? Esperava algo diferente das importações desses países? Ficou curioso sobre algum outro bem que esses países importam? Conta pra gente aqui em baixo!

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

Secretário-Geral da ONU: o que faz e como afeta o mundo?

Proximo Post

Por que o preço do gás está tão alto no Brasil?

Talvez você goste