A entrada da JP Morgan na China

JP Morgan Seeks Full Ownership of Chinese Fund-Management Joint Venture - WSJ

No último dia 6 a JP Morgan fez um grande anúncio. Pela primeira vez desde a formação da República Popular da China, uma empresa totalmente estrangeira poderá operar uma firma de investimentos na China continental.

A história dos investimentos estrangeiros

Controladora Mãe Controladora GIF - Controladora Mãe Controladora Mania De Controle GIFs

Embora o mercado chinês já fosse relativamente competitivo a anos, fazem menos de 30 anos que o partido comunista primeiro permitiu que empresas estrangeiras entrassem no mercado chinês.

Esses primeiros dias foram marcados por uma forte regulação. Contudo, hoje a China deu mais um importante passo no caminho da liberalização da sua economia.

Empresas estrangeiras dos mais diversos ramos já tem permissão para investir na China.

Mas até então as regras exigiam que elas entrassem no país por meio das chamadas Joint-ventures, onde parte da firma de investimos era de capital exclusivamente chinês.

A permissão que a JP Morgan conseguiu foi a para comprar a outra metade da sua empresa na China, a JP Morgan Chase & Co. (China).

O nome com certeza é pouco criativo, porém os investimentos por ela realizados são considerados de alta qualidade.

Por que a China decidiu abrir mais seu mercado

Embora o movimento possa ser visto como uma evolução do que as agências reguladoras chinesas já estavam fazendo, o momento atual é peculiar.

Logo após anunciar uma série de medidas de maior controle sobre as empresas de tecnologia e educação.

Portanto o anúncio pode ser uma sinalização da China em favor dos investimentos apesar do maior controle.

Reação nos EUA

Quando Joe Biden assumiu a presidência dos Estados Unidos, ele encontrou uma situação complicada com a China. Relações extremamente limitadas e com constantes ataques.

Embora houvesse uma expectativa entre seus eleitores mais liberais de melhora das relações, Biden não só não retomou as conversas como endureceu o discurso contra a China, mudando o foco, no entanto, para questões de Direitos Humanos.

Contudo, com o sinal verde chinês para a JP Morgan, empresários americanos de diversos setores passaram a pressionar a Casa Branca para que passem a retomar conversas e negociações.

Os embargos e entraves que os dois países colocaram um contra o outro são muito maléficos para o avanço do capital americano no gigantesco e crescente mercado chinês.

O que diz a JP Morgan

Em entrevista, o CEO da empresa se mostrou otimista do que essa expansão poderá significar para a empresa.

Ele reforça o tamanho do mercado chinês, a importância dele e como é importante que a China e os EUA tenham diálogos.

A empresa já planeja expandir para diversas áreas do mercado chinês, buscando se cimentar como uma firma de sólida também no território da China.

Quando perguntado se ele não teme as leis de segurança chinesas, ele disse que as conhece, pode não concordar com elas, mas que o contrato foi firmado sabendo das leis e que ele está tranquilo que não haverá necessidade de troca de informações entre os braços da JP Morgan.

Outras Empresas

Por fim, empresas como a Fidelity e o grupo Citi também receberam, recentemente, as primeiras permissões para começarem a operar dentro do mercado de Pequim, reforçando a ideia de que a China sinaliza aos EUA, e investidores de todo o mundo, que está disposta a conversar e abrir seu mercado.

Essa medida pode ainda, colocar os EUA em uma posição delicada, os pintando como um país não aberto ao diálogo, manchando a imagem internacional que Biden se propõe a reconstruir após do governo de Donald Trump.

Enquanto as grandes potências do mundo disputam sua posição no mercado internacional, o mercado internacional assiste esperançoso da retomada de tratativas. O comércio internacional só tem a se beneficiar do multilateralismo e das boas relações entre as potências.

Hoje A China Domina Today China Is Taking Over GIF - Hoje A China Domina Today China Is Taking Over China Is Taking Over GIFs

Mas diz aí, o que você acha disso tudo? É um movimento de sinalização? Biden deveria voltar a tratar com a China de Xi Jinping?

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

O passaporte de vacina nas empresas americanas

Próximo

Vale-Gás do governo: Como funcionará?