IPCA: O que você precisa saber para não ser ignorante

O IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – mede a variação dos preços de produtos e serviços para o consumidor final.

Ainda mais, o IPCA é também considerado como o principal indicador para a Taxa de Inflação do Brasil.

Mas, apesar de ouvirmos sobre ele todos os dias, quase nunca fica claro como afeta nossas vidas. Neste artigo você entenderá tudo sobre o IPCA e porque ele afeta o seu e o meu bolso.

blueberry inflation GIF o que é IPCA?

IPCA na Economia – Como funciona o Índice

Antes de mais nada, o IPCA tem por objetivo medir a Inflação de um conjunto de produtos e serviços comercializados no varejo. Dessa forma, é ligado diretamente ao consumo pessoal das famílias, cujo rendimento varia entre 1 e 40 salários mínimos.

A princípio, esta faixa de renda foi criada com o objetivo de garantir uma cobertura de 90% das famílias. Tais essa pertencentes às áreas urbanas de cobertura do Sistema Nacional de Índices de Preços ao ConsumidorSNIPC.

Dessa forma, o BACEN em conjunto com o CMNConselho Monetário Nacional – verifica se o custo de vida familiar no Brasil têm aumentado muito. Igualmente se o governo tem cumprido as metas de Inflação estipuladas.

Como é calculado e como encontrar as taxas?

Em vista disso, o IPCA hoje reflete o custo de vida para famílias residentes em nove regiões metropolitanas. Em resumo, são elas: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além dos municípios de Goiânia e Brasília.

Assim, os dados para o cálculo do IPCA vão do dia 1º ao dia 30 ou 31 de cada mês. Juntamente com isso, contemplam tanto setores do comércio como prestadores de serviços.

Principais Variáveis
  • Moradia;
  • Alimentação e bebidas;
  • Saúde e higiene pessoal;
  • Artigos para casa;
  • Despesas pessoais;
  • Educação;
  • Comunicação;
  • Transporte;
  • Vestuário.

Sobretudo, o Índice acumulado consiste na média dos meses considerados. Por se tratar de uma taxa de juros, o Índice é uma média ponderada.

Mas, há uma forma de saber o seu resultado de forma rápida e eficiente, que é através da Calculadora do Cidadão do Banco Central. 

Altas e Baixas do Índice

Do mesmo modo, se alguns desses produtos e serviços obterem aumento, o IPCA sobe. Ou seja, haverá algum reajuste de preço para cima, o que quer dizer que ficarão mais caros. Dessa maneira, Isso é a Inflação.

Da mesma forma, caso o IPCA caia, isso quer dizer que os preços subiram menos em relação ao mês anterior, e não que caíram. Mas, se o Índice for negativo, aí sim teremos a chamada Deflação, o que indica que os preços terão reduzido.

Dessa maneira, para os amantes de números, eis uma tabela de comparação abaixo:

PeríodoTAXA
Agosto de 20190,11%
Julho de 20190,19%
Agosto de 2018-0,09%
Acumulado no ano2,54%
Acumulado nos 12 meses3,43%

Variação periódica no cálculo do IPCA Fonte: IBGE

Por outro lado, de julho para agosto, houve deflação em três dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados.

Em vista disso, as variações negativas mais intensas vieram dos grupos:

Alimentação e bebidas – (-0,35%) , Transportes – (-0,39%), Saúde e Cuidados Pessoais – (-0,03%), embora com menos intensidade de acordo com o mês anterior, de -0,20%.

Consequentemente, no lado das altas, destacam-se os grupos:

Habitação – (1,19%), Comunicação – (0,09%) , Artigos de Residência – (0,56%).

Deste modo, além da variação dos preços, também são considerados os pesos que cada uma dessas despesas possuem dentro do orçamento familiar.

Conheça taxas abusivas que você não precisa pagar, de acordo com o Código  de Defesa do Consumidor

O que faz o Índice subir?

Primeiramente, os produtos e serviços são precificados pela lei da Oferta e Demanda. Pela razão de que, se algo tem muita procura mas pouca disponibilidade, o preço dele sobe. Caso contrário, ele tende a cair.

Com isso, a variação é causada por diversos fatores, como: Resultado de safras; Cotação do dólar; Clima; Custos de Produção e até Mão de Obra. 

Do mesmo modo, outro fator que também leva à alta do IPCA é a quantidade de dinheiro em circulação. Pela razão de que, quando a economia está muito bem, com alto consumo e renda, terá mais moeda circulando no mercado. 

Assim, caso essa quantia não seja controlada, o valor do IPCA geral deve cair, ou seja, o dinheiro perde poder de compra.

Dessa maneira, o IBGE – Índice Brasileiro de Geografia e Estatística – disponibiliza os valores para o IPCA do mês, analisado no mês anterior. Dessa maneira, apresenta também o acumulado dentro do ano e o dos últimos 12 meses.

  • Veja também: PIB Nominal e PIB Real: Entenda a diferença.

Impacto do IPCA na vida do Brasileiro

Como já foi dito, é através, principalmente, do Índice IPCA que o BACEN – Banco Central do Brasil – mede a inflação acumulada do país.

Provavelmente, isso poderá afetar diversas situações do seu dia a dia, como os seus investimentos, por exemplo.

Dessa forma, se você Investe em Tesouro IPCA ou LCI e até mesmo LCA, fique atento aos números desse Índice que acabamos de apresentar.

Antes de mais nada, o que mais chamou sua atenção sobre o IPCA?

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

Excel: curso gratuito do básico ao avançado

Proximo Post

Amazon Prime e seus impactos no Brasil

Talvez você goste