Honda e outras fecham as portas no Brasil: o que está acontecendo?

Anteriormente, falamos sobre como a Volkswagen suspendeu sua produção no Brasil por quase duas semanas.

Agora, outras montadoras tomaram a mesma atitude. Por isso, no texto de hoje, o Boletim Econômico te conta o que aconteceu e por que as montadoras estão tomando essa atitude.

Por que a Honda vai suspender sua produção?

A Honda, uma das maiores produtoras de carros no mundo, e que conta com montadoras no Brasil, decidiu suspender suas atividades do dia 30 de março até o dia 9 de abril.

Stop Steel Buddies GIF - Find & Share on GIPHY

Desse modo, durante esses 11 dias, as fábricas da Honda de Sumaré e Itirapina, em São Paulo, ficarão fechadas. Ainda mais, os trabalhadores devem ficar em casa.

Sendo assim, a medida foi tomada com a mesma intenção da Volks, dias atrás. A expectativa é diminuir o número de casos de coronavírus entre os trabalhadores do setor. Da mesma forma, a Honda espera que as medidas contribuam para a segurança dos trabalhadores.

Com isso, a montadora informou que:

“A Honda reforça que as medidas adotadas visam preservar a saúde e segurança das pessoas. Além disso, a empresa segue empenhada em minimizar os impactos da pandemia em sua cadeia de valor, bem como, os inconvenientes ao consumidor.”

Preocupação com os trabalhadores e com a produção?

Com o avanço da pandemia, o Brasil registra cada vez mais óbitos. Além disso, a crise econômica que corre pelo país tem assustado algumas marcas.

Com a falta de renda, o consumo decaiu consideravelmente. Sendo assim, a baixa demanda no mercado fez com que as vendas das montadoras caíssem.

Esse tempo deverá servir também para que a área estratégica das montadoras repense os planos para 2021.

Boletim Autoesporte CBN: Rota 2030 dará incentivo de R$ 1,5 bi a montadoras,  mas há vários pontos indefinidos | Colunistas | autoesporte

Outras montadoras fecham as portas

Como citado anteriormente, a Honda não foi a primeira montadora a fechar as portas durante um tempo. Anteriormente, Volks fez a mesma coisa.

Além dessas duas, outras montadoras tomaram a mesma decisão. O medo da perda de mão-de-obra, somado à necessidade de rever suas estratégias para o ano por causa da crise, atingiu outras fábricas. Veja algumas dessas e suas justificativas.

  • Toyota: Respeitar as medidas de isolamento social tomadas pelos municípios.
  • Nissan: “Buscando garantir a segurança de seus funcionários como parte do esforço de reduzir o impacto da pandemia, adaptar a empresa ao cenário atual dos desafios enfrentados pelo setor automotivo e garantir a continuidade do negócio, a Nissan decidiu adotar férias coletivas em seu Complexo Industrial de Resende de 26 de março a 9 de abril”.
  • Volkswagen: “A empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares”.
  • Mercedes Benz: Reduzir a circulação do vírus dentro de suas fábricas.
  • Renault: “Contribuir para o isolamento social neste momento em que diferentes cidades adotaram medidas mais restritivas”
  • Volvo: “O motivo é o alto nível de instabilidade na cadeia, global e local, de abastecimento de peças, principalmente semicondutores, combinado com o agravamento da pandemia”.
  • Scania: Agravamento da pandemia e colapso do sistema de saúde.

Quais as possíveis consequências disso?

A maior consequência pode estar no futuro dessas montadoras. Com a explosão de casos e óbitos de coronavírus no Brasil, além da dificuldade para obter peças e realizar os trâmites logísticos necessários, as fábricas podem enfrentar uma crise interna ao fim do ano.

Honda GIFs | Tenor

Ainda mais, a queda na demanda, graças à crise na economia, pode dar prejuízos para essas montadoras, que diminuíram o número de venda de carros.

Agora, é preciso torcer para que essas medidas funcionem. Da mesma forma, para que as coisas se normalizem o mais rápido possível.

E você, o que acha dessa situação? Comente sua opinião abaixo e compartilhe esse texto com seus amigos!

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

Como o navio preso em Suez impacta a economia (e a sua vida)?

Proximo Post

como declarar o imposto de renda nesse ano?

Talvez você goste