Escola de Chicago x Escola Austríaca: conheça suas linhas de pensamento

O mundo da Economia está longe de ser exato. Dessa forma, existem várias maneiras de enxergar e praticar a ciência, essas formas são chamadas de escolas econômicas. Existem algumas, mas hoje veremos a escola de Chicago e a escola Austríaca.

 Muito se confunde entre elas, por isso iremos explicar essas duas.

Quer saber mais, vem comigo que eu te explico.

O que é uma escola de pensamento econômico?

Antes de mais nada, temos que entender o que é uma escola de pensamento econômico. Apesar do nome, escola não é um lugar físico, mas sim um grupo de pensadores que compartilham a mesma ideia sobre o funcionamento das economias. 

Dessa maneira, existem diversas escolas, como o Marxismo, Monetarismo, Keynesianismo, entre outras.

Temos um post só explicando as principais, se quiser saber mais, clique no botão abaixo.

Escola Austríaca

A escola austríaca tem esse nome devido a nacionalidade dos seus principais pensadores. São eles: Ludwig von Mises, Friederich Hayek, Carl Menger, entre outros.

Essa escola tem como principal defesa o livre mercado. Segundo eles, o livre mercado é capaz de resolver todos os problemas de uma economia.

Ludwig von Mises – Wikipédia, a enciclopédia livre o que é escola austríaca o que é escola de chicago

As ideias

O livre mercado acontece sem intervenção do Estado, ou seja, o governo de um país “não pode”, por exemplo, congelar preços, permitir monopólios, entre outros. Essa prática vai contra até mesmo a filosofia humana.

Mas, se o governo congelar os preços lá em baixo, não seria bom?

Bom, na verdade seria horrível, para explicar isso, vou usar a maravilhosa lei da oferta e da demanda. Quando você compra um produto hoje, ele está no preço de equilíbrio de mercado.

Vamos supor que você comprou uma barra de chocolate a 10,00 reais. O governo, querendo incentivar o consumo de chocolate, congela esse preço a 5,00 reais. É lógico que você e outras pessoas irão comprar muito mais chocolate.

Com isso, a demanda aumenta muito. Porém, o produtor da barra de chocolate não vai querer produzir a esse preço, diminuindo a oferta do produto.

Assim, teremos um excesso de demanda, onde irá faltar os produtos, ou nesse exemplo, a barra de chocolate será escassa.

Oferta e Demanda: as leis de qualquer mercado - Juros Baixos - O seu portal  de educação financeira o que é escola austríaca o que é escola de chicago

Mas esse apenas é um exemplo do que a Escola Austríaca é contra. Mises desenvolveu a praxeologia, que busca entender a estrutura lógica da ação humana. Por isso dizem que filosofia e economia andam lado a lado.

Segundo a praxeologia, a ação humana é “a vontade posta em movimento”, assim a busca pelas necessidades põe o homem em movimento, e ele em movimento faz a sociedade e a economia. 

Por isso, para a Escola Austríaca, a economia está além de números insensíveis à sociedade, mas sim pelas ações do ser humano que reflete no mercado.

Escola de Chicago

A Escola de Chicago tem essa denominação por ser disseminada por professores da Universidade de Chicago.

Dessa maneira, os principais nomes dessa escola são: Milton Friedman e George Stigler. Essa escola de pensamento econômico vem para “combater” o Keynesianismo nos EUA. 

Milton Friedman - Wikipedia

O Keynesianismo entra nos Estados Unidos após a crise de 1929. Ele consiste em uma forte intervenção estatal na economia, aonde o governo aumenta seus gastos para estimular a economia.

Dessa maneira, a Escola de Chicago também é a favor do liberalismo econômico, igual a escola austríaca, e é nesse quesito que existe essa confusão.

Porém, na Escola de Chicago defende-se o monetarismo, que enfatiza o papel da política monetária na economia. Dessa forma, para a escola, é essencial o controle de moeda na economia para combater a inflação.

Para saber mais sobre política monetária, clique aqui.

Utilizando mais uma vez a lei da oferta e da demanda, vamos exemplificar a diferença do pensamento de Chicago para o de Keynes.

A moeda é um produto igual os outros, em que a taxa de juros é o seu preço e a oferta é controlada pelo Banco Central. Para Keynes, quando há um aumento da taxa de juros, há uma diminuição da demanda, como todos os produtos que são bens comuns.

Porém, para Friedman e o Monetarismo, a demanda pela moeda não sofre alteração pela taxa de juros, e sim, a demanda em função do produto e dos níveis de preço. Ou seja, é insensível à taxa de juros.

Outro fator que diferencia a Escola de Chicago e a Escola Austríaca é o fato de que em Chicago há uma maior base em estudos estatísticos, enquanto na Escola Austríaca é algo mais filosófico.

Gostou do texto? Comente para a gente sua opinião.

Total
3
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

5 melhores livros para começar a investir

Proximo Post

O que são os investidores anjo?

Talvez você goste