Por que precisamos saber pelo menos o básico de economia?

Possivelmente você se pergunta o que significam algumas tabelas e gráficos nos jornais. Algumas você entende, outras… Bom, talvez você seja do grupo que pensa que a economia não te afeta ou serve para absolutamente nada na sua vida!

Pode ser que você, sim, você que está lendo esse texto, seja de uma área completamente diferente, ou talvez, ainda não tenha nem saído da escola, entretanto, a economia está no seu dia a dia!

Quer entender a exata razão do por que precisamos saber pelo menos o básico de economia? “Cola” que é sucesso!

Economia

ECONOMIA NO COTIDIANO

Desde já, para não dizer que tirei essa informações das vozes vindas da minha cabeça, aponto que a professora Carolina Bernardo, doutora em Economia pela Universidade de Brasília, é uma das minhas fontes para escrever esse “textinho”!

Essa doutora diz que corria de economia! Ela começou sua vida acadêmica na área de Ciências Biológicas. Do mesmo modo, só lia textos, artigos, notícias, sobre esse assunto! Talvez seu tema favorito seja outro, “saindo fora”, quando vê números. Ela também era assim!

Logo depois que cursou uma disciplina sobre Microeconomia, começou a se interessar pelo tópico. Imediatamente ela percebeu a relação entre os recursos naturais de um lugar e a maneira como a economia é afetada por isso. Por outro lado, seu primeiro pensamento era a dor de cabeça que isso causaria.

Ela pensou que não fosse capaz. Para a sua surpresa, em resumo, a doutora Carolina Bernardo acabou se interessando pelo assunto! Mas por quê?

Em primeiro lugar, ela passou a ver o mundo com “outros olhos”. A economia, “Ciências Econômicas”, se relacionam com nosso cotidiano, tratam de situações reais!

Por exemplo: quando vamos ao mercado e observamos uma mudança nos preços do tomate, alface, feijão, arroz, isso pode ser devido a variações no clima!

Uma das razões pode ser devido a mudança climática imprevista, fazendo com que parte da produção se perdesse. Como resultado, existe uma menor quantidade de oferta do que de procura! Os preços sobem e, você, quando vai ao mercado, sente essa diferença no bolso.

ESCOLA E ECONOMIA?

Os conceitos mais básicos da economia são estudados, muitas vezes, na escola, mesmo que de forma rasa! Provavelmente você já ouviu falar em PIB – Produto Interno Bruto, entre outros termos e siglas.

De acordo com alguns teóricos da educação, é fundamental que a escola forme cidadãos para o futuro! Essa frase clichê significa que o espaço escolar precisa formar estudantes que deem conta de resolver problemas reais!

Mas mais do que isso, que saibam “ler” o mundo de forma crítica. Por isso, alguns documentos foram criados para padronizar o que se ensina entre os muros da escola. Um desses escritos é a Base Nacional Comum Curricular.

Portanto, as aulas na escola básica devem (deveriam) auxiliar os estudantes a perceber o impactos das queimadas na Amazônia, por exemplo. Como isso afeta o nosso mercado interno? E o comércio internacional? Quais as consequências disso?

Até mesmo as falas dos nossos governantes impactam na visão do mercado exterior em relação ao Brasil!

Economia

CONSUMIR, EMPREENDER, INVESTIR?

Além disso, a escola pode ser o espaço onde o estudante desperte o interesse em investir. Conforme essa ideia, de acordo com Arthur Lemos, pode ser que seja necessário desenvolver conhecimentos sobre o mercado!

Esse especialista em Finanças Corporativas estudou sobre mercado financeiro da Bolsas de Valores de São Paulo! Em um dos seus artigos, Arthur Lemos diz que a economia interfere na vida financeira das pessoas comuns. Você, seu vizinho, eu, somos todos afetados pelo “mundo” da economia!

Investidores e empreendedores devem ter domínio sobre o básico de economia! Se possível, mais do que o mínimo. Acima de tudo, tendo em vista que os conhecimentos teóricos e práticos te colocam “na frente da concorrência”

Se você sabe como funciona o mercado financeiro, suas decisões serão melhor tomadas e antecipadas. Por isso, “se educar financeiramente” é muito importante! Essa ciência nos ajuda a entender sobre a produção, bens, serviço.

Inseridos nesses tópicos, as Ciências Econômicas estudam a microeconomia e macroeconomia. Para entender o que é a Economia como campo de estudo, clique no botão abaixo!

Eventos e decisões econômicas do governo podem impactar na economia! Assim, caso esse investidor se antecipe, esteja atento as mudanças, consegue se beneficiar em relação aos demais investidores. Em algum momento, nós seremos investidores, consumidores, empreendedores!

Entender um “cadinho” de economia significa saber se posicionar com precisão, tomar decisões econômicas de maneira inteligente, sabendo dos recursos disponíveis, criando soluções para os problemas.

A IMPORTÂNCIA PARA OS CONSUMIDORES

Primordialmente devemos saber comprar serviços e bens respeitando as nossas possibilidades financeiras! Sabe aquele celular novo que você quer?

Caso queira comprá-lo nesse “momento maluco” de pandemia, você vai pagar uma “fortuninha”. Saber sobre atualidades ajuda a perceber que a alta no dólar, a desvalorização da nossa moeda, vai fazer você quebrar o “porquinho”, pagando mais por um produto.

Economia

Assim, entendendo esse “mundo”, evita-se gastos e dívidas desnecessárias! Como resultado, consegue-se maximizar a boa utilização do seu recurso, dinheiro.

  • Quando comprar um produto/serviço comprar?
  • Qual produto/serviço comprar?
  • Por que comprar esse serviço/produto?

Assim também, o consumidor precisa ficar atento as taxas de inflação e taxas de juros!

Igualmente, é necessário que o cidadão saiba que em momentos de altas nos juros, é interessante evitar fazer empréstimos. Momentos de redução da taxa Selic são bons para renegociar dívidas! Clique abaixo para saber sobre taxa Selic.

Provavelmente você deve pensar que, já que não é da área, não consegue entender sobre o mercado, economia, investimentos, entre outros! Isso está errado! O Boletim Econômico e, outras iniciativas, te ajudam nisso.

Desde já, explicamos essas palavras complexas de forma que pessoas de várias origens e conhecimentos prévios possam entender sobre o assunto.

A IMPORTÂNCIA PARA OS EMPREENDEDORES E INVESTIDORES

Vamos supor que você não tenha um negócio próprio. Por outro lado, se decidir trabalhar e fazer parte de um negócio, você empreenderá com ele.

Consequentemente, é vital saber o contexto econômico que ele se encontra! É um negócio sólido? É um efeito manada? Como resultado, estudar economia te livra de uma dor de cabeça!

Uma opção para os sem interesse na área, é contar com alguém para te ajudar, ou torcer pela sorte especulativa. Conforme esse raciocínio, você não tem total domínio sobre “onde está se metendo”.

Ainda mais, programe-se para caso dê errado! Diversifique seus investimentos, podendo garantir sucesso ao longo do tempo! Afinal, ninguém quer “ficar no vermelho” e perder tudo. É como ter um plano “A” e “B”.

Como resultado, entendendo como o mercado funciona, fica “mais de boa” tomar decisões financeiras e estratégicas. Portanto, essa regra vale para o consumidor, empreendedor, investidor.

Economia

E AGORA?

Antes de mais nada, já aviso que o começo desse processo de aprendizagem pode ser complexo! Comece por livros, filmes, séries, jornais e revistas! As crises econômicas são cíclicas, se precaver, dentro do possível, é “top”.

Em vista disso, seus debates ficam mais ricos. As notícias, tabelas e gráficos nos jornais, sim aquelas que citei no começo da leitura, ficam de mais simples entendimento. Onde e como arriscar, oportunidades, soluções… Ufa, se torna tudo mais previsível e de melhor controle!

Por fim, as Ciências Econômicas se relacionam com a História e outras áreas! Por conseguinte, você passa a ter maior entendimento sobre o mundo ao seu redor. Em síntese, talvez você se apaixone pela área de estudo, tal como a doutora Carolina Bernardo. Quem sabe não se torna redator do Boletim Econômico? Seja como for, te esperamos por aqui!

O que achou do texto? Conta pra gente!

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Saiba tudo sobre o auxílio emergencial de Joe Biden

Próximo

Quais são as Wakandas do mundo real?