A China pode ser considerada um socialismo de mercado?

Atualmente, é quase impossível falar de economia internacional e não envolver a China. O país se tornou o maior gigante comercial do mundo e uma potência econômica.

Mas muitas pessoas ainda se fazem uma pergunta essencial: a China conquistou essas posições sendo um país totalmente socialista? Ainda mais, podemos considerar a China um socialismo de mercado?

Nosso texto de hoje é sobre esse tema. Vamos responder essa pergunta?

O que é socialismo de mercado?

Antes de mais nada, é preciso entender o que é o socialismo de mercado.

Thinking GIFs | Tenor

Esse modelo já esteve presente em outros países, como Hungria, Iugoslávia e Polônia, mas foi a China que trouxe ele à discussão atual, por ser o caso de “maior sucesso”.

Desse modo, o socialismo de mercado é um modelo definido pela presença de um governo socialista em um país (após uma revolução do proletariado) e uma economia de mercado de bens e serviços (com empresas privadas).

Se você não sabe exatamente o que é o socialismo, clique no botão abaixo e leia nosso texto sobre!

Ainda mais, além do mercado de bens e serviços, um outro setor é muito importante para a economia no mundo atual: o mercado financeiro.

Com isso, um fator importante para entendermos o socialismo de mercado é a presença do mercado de ações em um país socialista.

Ou seja, definimos o socialismo de mercado como um socialismo (que ocorre após uma revolução da classe trabalhadora), que conta com elementos capitalistas, como mercado de bens ou mercado de ações.

A China é um socialismo de mercado?

Agora que já entendemos o termo, podemos dizer que sim, a China é um socialismo de mercado.

O país realizou sua revolução liderada por Mao Tsé-tung nos anos 1950 e desde então se considera socialista. No entanto, muita coisa mudou desde o falecimento de Mao.

O segundo grande líder da República Popular da China foi Deng Xiaoping, considerado um progressista por muitos pesquisadores.

Dessa forma, Deng Xiaoping reformou a China, que era profundamente rural, e abriu a economia chinesa.

Waze Construction GIF - Waze Construction Head - Discover & Share GIFs

Sendo assim, ao contrário de Mao, que estatizou a economia chinesa e afastou o setor privado, Deng Xiaoping liberalizou a economia e trouxe de volta as empresas particulares.

Da mesma forma, o segundo grande líder da China deu mais poder aos agricultores donos de terras, dando a eles liberdade para administrar seus terrenos.

Isso fez com que muitos chineses focassem seus esforços no setor privado, enriquecendo para além do Estado.

Quer um exemplo do impacto dessa ação?

Até dezembro de 2018, a China contava com 15,61 milhões de empresas privadas! Por outro lado, apenas 242 mil empresas estatais estavam no país à época.

Ainda mais, hoje, a China já é o segundo país com mais bilionários no mundo. E está quase alcançando os Estados Unidos!

economia chinesa

E o mercado financeiro?

A China possui sua própria bolsa de valores desde 1990, a Bolsa de Xangai.

Desse modo, o país possui um mercado financeiro aberto, e pessoas de todo o mundo podem comprar ações de empresas chinesas, sejam elas estatais ou privadas.

Sendo assim, a abertura econômica da China ainda está sujeita à coordenação estatal. Ou seja, por mais que algumas empresas sejam privadas, o Estado chinês possui a palavra final.

China: quais as alternativas à queda do PIB? | Boletim Econômico

Por isso, é muito comum ver nessas empresas uma grande redistribuição de lucros com os funcionários, ou perceber uma grande quantidade de impostos sendo pagos.

Dessa forma, em um mundo cada vez mais globalizado e que exige relações multilaterais dos países, a China percebeu que realizar trocas e se conectar às outras economias é essencial para o crescimento econômico.

Hoje, muitos investidores já realocam seus recursos na Bolsa de Xangai. Da mesma forma, muitos países dependem do comércio com a China.

E aí, entendeu o que é o “socialismo com características chinesas”?

?️ Fique ligado! em 2021, o Boletim trará novidades para seus leitores. Se quiser descobrir mais sobre a China, fique de olho em nossas notícias.

Total
11
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Como vinho, arte e diamantes desafiam as leis da economia?

Próximo

Como a indústria de animes movimenta uma fortuna para o Japão