Políticas Sociais e o crescimento do Brasil andam juntos?

Você sabia que as políticas sociais tem grande relação com o crescimento econômico no Brasil?

Mas quais seriam essas políticas e o que elas impactam na nossa economia?

Então, se quiser aprofundar no assunto e entender melhor sobre a economia do nosso país, vem comigo!

VAMOS ENTENDER: O QUE SÃO POLÍTICAS SOCIAIS?

Em primeiro lugar, precisamos saber o que são as políticas sociais.

Em resumo, as políticas sociais são políticas públicas. Por fim, são destinadas ao bem-estar geral da população.

Em particular possuem um aspecto distributivo. São então destinadas principalmente às classes de menor renda da sociedade.

Dessa forma buscam principalmente o desenvolvimento econômico.

Buscam também a redução das desigualdades e a eliminação da pobreza.

QUAL A IMPORTÂNCIA DA POLÍTICA SOCIAL?

Mas você deve estar se perguntando: como posso ver de fato a eficácia de uma política social?

Então vou te explicar através de um exemplo prático.

Portanto vamos imaginar a seguinte situação: a construção de uma estrada rural.

À primeira vista é apenas uma obra de engenharia e de infraestrutura.

Porém vista de outra forma, irá permitir que as crianças acessem com maior facilidade a escola.

Do mesmo modo, facilitará também a assistência médica e a circulação da produção com melhoria da renda.

Ou seja, melhorando o nível geral das condições de vida da população, encontramos a finalidade e a eficácia de qualquer política social.

Idea Innovation GIF da Kyocera

QUANTO ESSAS POLÍTICAS IMPACTAM NO PIB?

Em primeiro lugar, vamos fazer uma breve explicação sobre o que é o PIB.

De uma maneira simples, podemos dizer que a sigla PIB significa produto interno bruto.

O PIB representa a soma de todos os bens e serviços finais produzidos numa região, em um período determinado.

Tem como objetivo então, medir a atividade econômica de uma certa região.

Então, já sabemos o que é o PIB. Agora vamos entender em dados numéricos a força que as políticas sociais tem sobre ele.

O gasto social multiplica o crescimento do PIB.

O aumento de 1% do PIB nos gastos com educação e saúde, por exemplo, gera crescimento de 1,85% e 1,70% do PIB.

Mas por causa da injustiça nos tributos, 56% do valor dos gastos sociais voltam para o Tesouro na forma de tributos.

Ou seja os beneficiários das políticas sociais são também seus principais financiadores.

Fonte dos dados: Revista Política Social e Desenvolvimento

Spike Onaroll GIF de Li-Anne Dias Políticas Sociais

UMA LINHA DO TEMPO DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO BRASIL

Bora entender melhor esse assunto então.

Vamos entender em primeiro lugar a raiz das políticas sociais.

Antes de mais nada, desde 1930, o Brasil passa por um processo de desenvolvimento econômico. Além disso, ocorreram também a renovação social e a maior participação na política. Estas foram acompanhadas de períodos conturbados e de crises econômicas.

Do mesmo modo, o crescimento econômico e as mudanças de comportamento demográfico foram muito decisivos para a construção desse processo, melhorando assim a condição de vida das pessoas.

Junto a isso, ocorreu também o aumento da participação no setor público e na prestação de serviços sociais.

Esses ocorridos nos mostram então a importância da dinâmica das políticas sociais no Brasil.

Mas é valido destacar que esse processo de evolução das políticas sociais ocorreu de maneira desigual, sem atender a população que realmente necessitava.

Como resultado e como um grande marco temos a Constituição de 1988.

Com ela passa a ficar claro então, o dever do Estado em prover de maneira universal os serviços sociais básicos.

Podemos citar alguns desses serviços: saúde, educação de qualidade e previdência social.

Então, para ilustrar melhor essa questão do PIB irei te apresentar um gráfico que mostra os efeitos das políticas sociais no PIB no ano de 2006.

ATUAIS E PRINCIPAIS POLÍTICAS SOCIAIS NO BRASIL

De antemão vou falar sobre quatro políticas sociais de extrema relevância no cenário brasileiro.

Você conhece alguma ou tem algum palpite de quais irei abordar?

Bom, vamos começar falando do programa Bolsa Família. Em primeiro lugar, o Bolsa Família é um programa do Senarc.

Tal programa contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil.

Por fim, ele foi criado em 2003 e possui três eixos principais:

  • Complemento da renda
  • Acesso a direitos
  • Articulação com outras ações a fim de estimular o desenvolvimento das famílias.

Agora iremos falar sobre o ProUni e o FIES. Você conhece esses dois programas?

Em síntese o ProUni e o FIES são programas do Governo Federal que promovem o acesso ao ensino superior privado.

Por meio do ProUni, os estudantes podem obter bolsas parciais (50%) ou integrais (100%) em faculdades particulares.

Diante disso podemos ver que esses dois programas tem o objetivo de ajudar a população de baixa renda a ingressar no ensino superior e aumentarem assim as chances de estudarem em universidades.

Por último mas não menos importante, vamos falar sobre o auxílio emergencial.

Primordialmente o auxílio emergencial  previu o repasse de 600 reais mensais a trabalhadores informais e de baixa renda.

Então foi concedido aos brasileiros a partir de abril de 2020, no atual cenário da pandemia da covid-19.

Em suma, o auxílio emergencial foi de extrema importância

Buscou evitar que dezenas de milhões de brasileiras e brasileiros fossem empurrados à extrema pobreza.

GIF gráfico por MIT Políticas Sociais

Então, se interessou por este assunto? Aprofunde sua pesquisa neste link.

E ai? O que você achou dessa matéria? Qual a sua visão sobre políticas sociais no Brasil? Comente aqui em baixo sua opinião parar debatermos a respeito.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

O legado de John Williamson, o pai do Consenso de Washington

Próximo

O que é o "Green New Deal"?