As projeções da economia mundial para 2021

O ano de 2020 foi um ano complicado para a economia brasileira. Ainda mais, para a economia global.

Nos últimos 10 meses, o Boletim Econômico trouxe matérias diárias sobre a crise do coronavírus. Da mesma forma, falamos com frequência sobre as crises mundiais.

Desemprego, inflação, real desvalorizado, crises políticas, crises diplomáticas, acordos desfeitos, circuit breaker. Cada um desses itens te levam a posts do BE de 2021. Quantas coisas aconteceram, não é mesmo?

Por outro lado, nem só de más notícias vivemos em 2020. O BE também te trouxe algumas boas notícias. Por exemplo:

Agora, depois de todos os eventos globais inusitados de 2020, o que podemos esperar de 2021? Ainda mais: o que podemos esperar da economia em 2021?

Hoje, o BE te conta exatamente isso.

O que são as projeções da economia?

Antes de mais nada, é preciso entender que projeções não são o mesmo que previsões. Por isso, nesse post o BE reuniu declarações de órgãos econômicos. Esses órgãos trabalham com dados, estatísticas e metodologias sérias.

O mais famoso deles é, também, muito citado em nosso site: o Fundo Monetário Internacional (FMI).

  • Se você não sabe muito bem o que é e o que faz o FMI, clique aqui.

O FMI é a principal organização econômica internacional. Desse modo, o Fundo é responsável pelas projeções econômicas nos países e no mundo.

The coronavirus pandemic threatens to reverse decades of economic progress  - Axios

Com isso, a todo momento o Fundo levanta dados dos países. Sobre seu balanço de pagamentos, taxa de inflação, recessão ou crescimento da economia, entre outros.

Do mesmo modo, outra organização internacional muito importante nessa área é o Banco Mundial. O BM é o órgão responsável por medir a pobreza global. Sendo assim, o Banco projeta números sobre a pobreza, miséria e o desenvolvimento dos países.

Ainda mais, a OCDE também levanta possíveis números futuros para o mundo. 

Agora que já sabemos quais os principais responsáveis:

Quais são as projeções para a economia mundial 2021?

Anteriormente, em junho de 2020, o FMI projetou que o PIB global sofreria uma recessão de 4,9% nesse ano. Porém, a realidade foi melhor que o esperado: a recessão foi de 4,4%.

No entanto, mesmo sendo menor que o esperado, a recessão ainda foi profunda. Por isso, o FMI alerta que, em 2021, o “caminho será longo e irregular“.

FMI

Assim, as projeções da economia mundial para 2021 do FMI são de que o PIB global cresça em 5,2%.

De acordo com o relatório do FMI:

“A economia global está emergindo das profundezas nas quais despencou durante o Grande Lockdown em abril. Mas com a pandemia de covid-19 continuando a se espalhar, muitos países reduziram a velocidade da reabertura e alguns estão voltando a estabelecer medidas parciais de lockdown para proteger populações vulneráveis”.

Banco Mundial

Já para o Banco Mundial, os números são um pouco diferentes. O Banco estima que até 2021, mais de 110 milhões de pessoas devem entrar em situação de pobreza extrema.

Atualmente, a linha de pobreza extrema do Banco considera nessa situação toda pessoa que vive com menos de US$ 1,90 por dia.

David Malpass, presidente do BM, reiterou: 

“Está claro que uma recuperação sustentável exigirá um crescimento que beneficie todas as pessoas – e não apenas aquelas em posições de poder”.

No entanto, o Banco espera que a economia global seja mais positiva em 2021 que em 2020. 

OCDE

Assim como os outros dois, a OCDE projeta uma recuperação da economia global. Para a organização, o PIB mundial em 2021 deve crescer em 4,2%. 

“Ainda não estamos a salvo. Ainda estamos no meio de uma crise pandêmica, o que significa que a política econômica ainda tem muito a fazer”.

Foi o que disse Laurence Boone, o economista-chefe da OCDE.

economia

O que pode contribuir para a melhora do PIB global?

Muitos fatores podem ajudar a economia mundial a se recuperar. 

O primeiro deles é a chegada de uma vacina contra o COVID-19. Embora as vacinas ainda estejam em fase de testes, a esperança de que alguma delas funcione anima os investidores. 

Se apenas a esperança já anima as bolsas de investimento pelo mundo, imagine uma vacina, de fato, eficaz? Por outro lado, será preciso que os países façam planos sólidos para a vacinação da população.

Os Estados Unidos, a Ásia e a Europa já estão vacinando seus habitantes. Da mesma forma, alguns países da América Latina.

economia

Ainda mais, outra notícia animadora pode ser a quebra de barreiras comerciais entre os países. No início do texto, citei como a Ásia consolidou o maior acordo de livre comércio do mundo: o RCEP.

Sendo assim, já sabemos que, entre os países asiáticos, as trocas serão mais livres e acessíveis.

Da mesma forma, o resto do mundo pode seguir o exemplo: o Mercosul poderá se unir para abaixar tarifas de importação, e a União Europeia, também.

É preciso lembrar que em um mundo cada vez mais globalizado, os países se tornam dependentes uns dos outros. Por isso, o comércio de mercadorias é essencial.

Ao menos, é com essa cooperação que as projeções da economia mundial para 2021 contam. 

Agora, nos resta esperar pelos acontecimentos, e torcer para que os números do FMI, Banco Mundial e OCDE se concretizem.

E você, o que acha que vai acontecer em 2021? Deixe nos comentários sua opinião!

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

Quem são os economistas mais importantes do Brasil?

Proximo Post

O que é o mercado de bens e fatores?

Talvez você goste