10 palavras para entender mais sobre ações

A gente já sabe que esse mundo das ações tem vários termos diferentões. Quem nunca já se esqueceu de algum, confundiu ou então ficou boiando na conversa que atire a primeira pedra.

Mas, se você quer mudar isso e construir de maneira simples seu vocabulário sobre investimentos, continue no texto que vou te apresentar 10 conceitos importantes.

Então, o que está esperando? Vem comigo nessa para não ficar mais de fora das conversas 😉

BONIFICAÇÃO DE AÇÕES

A bonificação é quando uma empresa aumenta seu capital incorporando reservas ou outros recursos.

Dessa forma, ela emite novas ações e depois distribui de forma gratuita entre os acionistas uma quantia proporcional as ações que eles já tem.

É como se suas ações estivessem dandos filhotes, parece um pouco estranho falando assim, mas você pode encontrar esse termo “filhote” para se tratar desse tipo de bonificação.

Vale lembrar que nesse caso, não tem entrada de novos recursos no caixa da empresa, na verdade é só feito uma transferência da reserva de lucros para o capital social.

CÓDIGO DA NEGOCIAÇÃO

O código da negociação é a forma de identificar uma ação na bolsa, na televisão ou jornal.

Esse código tem um padrão que é formado por quatro letras e um ou mais algarismo, dependendo do tipo de ação.

Se a ação for ON (ordinária), ela recebe o número 3. Se for PN (preferencial) recebe o número 4. Assim também vale para ações PNA (preferencial classe A)=5, PNB (preferencial classe B)=6 e as ações Units=11.

Por exemplo, temos algumas ações muito conhecidas que provavelmente você já ouviu falar como a PETR3, que é uma ação da Petrobras ON, ou a VALE5, que você já deve imaginar que é uma ação PNA, e por aí vai…

Se você gostou desse assunto e quer entender mais sobre cada tipo de ação, não deixe de clicar no botão abaixo!

FREE FLOAT

O free float é o percentual do capital da empresa que não está nas mãos dos acionistas estratégicos.

Dessa forma, ele é um importante indicador para verificar a liquidez das ações de uma empresa, porque é através dele que consultamos o percentual das ações que podem de fato ser negociadas no pregão, ou seja, estão livres para qualquer investidor.

Sendo assim, quanto mais próximo de 100% maior é a circulação livre de ações no mercado, e quanto mais próximo de 0% menor a disposição livre, ou seja, está mais concentrada nas mãos de investidores controladores.

JUROS SOBRE CAPITAL PRÓPRIO

Você sabia que essa é uma das formas que existem de remunerar os acionistas?

Ganhando dinheiro de juros sobre capital próprio pelas suas ações

Os juros sobre capital próprio são distribuídos com base nas reservas de lucros da empresa, ou seja, são os lucros que ficaram retidos na empresa, apresentados nos anos anteriores.

Portanto, o JCP de maneira contábil é feito antes do lucro líquido e entra como se fosse uma despesa.

Dessa forma, eles são bons tanto para os investidores da empresa que recebem um valor a mais, quanto para as empresas, afinal elas usam esse meio de pagamento para diminuir seu valor dos impostos.

Mas não se engane, porque isso não passa batido para a receita federal, sendo cobrado direto dos acionistas uma taxa de 15% assim que depositado na conta.

LIQUIDEZ

A liquidez nada mais é do que a rapidez com que uma ação pode ser comprada ou vendida.

Imagine que você tem ações da Petrobras, e após uma análise de mercado, você decide vendê-las.

Nesse caso, é somente colocar a ordem de venda e pronto, está executada. Pois essas ações tem alta liquidez. O mesmo vale para a transação inversa, ou seja, para ordens de compra.

Sendo assim, as ações que possuem baixa liquidez demoram mais para serem executadas, ou possuem um grau de dificuldade maior.

Esse termo também vale para outras análises de investimentos. Por exemplo, a venda de um imóvel que é uma transação que possui baixa liquidez, e o resgate da poupança que tem alta liquidez.

Em outras palavras, liquidez=velocidade que o ativo é convertido em dinheiro.

OFERTA PRIMÁRIA

A oferta primária é o processo das empresas em emitir novas ações no mercado para levantar dinheiro à própria empresa.

Ela ocorre geralmente durante o IPO (Initial Public Offering), que é a oferta pública inicial, direcionada ao caixa da empresa, o que aumenta seu capital social.

Essa é uma das formas que as empresas tem em arrecadar dinheiro para investir em seu crescimento.

Dessa forma, o preço das ações apresenta algum deságio (desconto) como forma de atrair os investidores.

Portanto, se você tem interesse em comprar ações desse tipo, precisa ser cliente de uma corretora de valores, para conseguir reservar e depois efetivar sua ordem de compra.

OFERTA SECUNDÁRIA

Já no caso da oferta secundária, as ações apenas trocam de mãos, ou seja, não tem aporte para o capital da empresa.

Nesse sentido, a oferta secundária é uma outra forma das empresas lançarem ações no mercado.

Porém, são ações de posse dos sócios da empresa, e portanto o valor arrecadado vai direto para o bolso deles.

Bugs Bunny Money GIF by Looney Tunes

Uma das vantagens dos acionistas fazerem uma oferta secundária, é pra aumentar a liquidez, que já falamos nos tópicos anteriores.

Afinal, isso aumenta a quantidade de ações livres no mercado, o free float que já falamos, lembra?

Viu só? Você já está começando a entender e pegar o jeito da coisa!

RISCO NÃO-SISTEMÁTICO

Conhecido também como risco específico ou diversificável.

É o tipo de risco que se pode eliminar com mais facilidade, fazendo como o próprio nome já diz, a diversificação dos seus investimentos.

Uma das formas de se fazer isso, é investir em várias empresas de setores diferentes, ou dentro do mesmo setor mas com administrações diferentes.

RISCO SISTEMÁTICO

Esse risco é conhecido como risco de mercado e ao contrário do anterior, não é diversificável.

Um grande exemplo, é a época de eleição, em que todas empresas ficam expostas ao mesmo risco político, algo que não consegue controlar de maneira simples.

Ou então, o nosso momento atual, uma pandemia mundial que não estava prevista.

STOP LOSS

Por fim, o conceito stop loss é bem simples. Se trata de uma ordem de venda feita antes do preço de uma ação se desvalorizar.

Dessa forma, esse é um mecanismo que serve para limitar as perdas, em que você programa de forma automática na sua corretora.

batman stop GIF

Para entender melhor, imagine que após uma análise feita você adquiriu 100 papéis de BECO3 (ações fictícias do BE :D) por R$ 10 o papel.

Segundo sua análise, essas ações não cresceriam mais se chegassem a R$ 8.

Porém, acontece algum risco sistemático, e seu investimento entra em queda. Mas como você acompanha tudo aqui no BE, já ficou esperto, e deixou programado um stop loss no seu homebroker, caso sua ação chegasse ao limite estipulado.

Então, o sistema de maneira automática, emite a ordem de venda com o gatilho em R$ 8 que foi configurado.

E aí? Você já conhecia algum desses termos? Me conte aqui nos comentários se teve algo novo que aprendeu, e um conceito diferente para aprendermos juntos! 😀

Total
0
Shares
2 comments
    1. Que bom que esse texto te ajudou, Eliane! O Boletim Econômico está aqui pra isso, trazer vários assuntos de uma maneira simples. 😀 Continue nos acompanhando.

      Luana Borges — Redatora do BE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

Os crescimentos exponenciais das 7 principais streamings do Brasil

Proximo Post

Rússia x União Europeia: por que o país expulsou 7 diplomatas?

Talvez você goste